Para seu negócio não ir por água abaixo

19 Fev 2020 | 2 min leitura

De 2014 a 2017, a AIG registrou, nos Estados Unidos, cerca de 3,8 mil ocorrências de danos causados por vazamento de água. Estouros e rompimento de tubos foram os principais problemas apontados, somando 42% dos registros. Ou seja, segundo relatos, diziam respeito às tubulações.

 

Apesar dos dados serem de outro país, sabemos que esse tipo de problema afeta instalações de empresas, hospitais e comércios no mundo inteiro. Por isso, independentemente da localidade, a recomendação é que se tenha um plano de prevenção de riscos e de gestão de crise. “Quando falamos em prevenir, referimo-nos primeiramente a evitar, em construções, a instalação de tubulações de água em locais onde estarão abrigados equipamentos de alto valor agregado e/ou críticos para operações, por exemplo. Imagine um vazamento comprometendo aparelhos médicos em um hospital ou o data center de uma empresa. Estamos falando de um prejuízo de milhões de reais. Fora o risco de um acidente de grandes proporções, como o de um curto circuito em uma subestação elétrica”, exemplifica Julian Suzuki, engenheiro especialista sênior da AIG.

 

Caso não haja alternativa e os equipamentos tenham mesmo de ficar em áreas próximas das tubulações, o cuidado deve ser redobrado. Minerais contidos na água distribuída pela rede pública aumentam a taxa de corrosão de tubos, conexões e equipamentos. Sistemas de tubulação antigos também são mais propensos a falhas. Por isso, manutenções e testes de integridade desses sistemas de forma frequente são fundamentais para evitar que ocorram vazamentos e, portanto, incidentes de proporções maiores, com a suspensão de operações e prejuízos incalculáveis.

 

Plano de prevenção

 

Os ambientes de uma empresa devem ter descrição detalhada em um plano de prevenção de danos, com informações sobre possíveis vazamentos de água. O plano deve incorporar os recursos e operações exclusivos da instalação, abordando: fontes potenciais de danos por água; rotas de entrada; gestão de mudanças - instalações ou operações; ações de mitigação; avaliações de vulnerabilidade; histórico de vazamentos / danos; recursos de correção disponíveis e apontamento de válvulas de segurança.

 

O consultor recomenda também que os planos detalhados ou esquemáticos dos vários sistemas de tubulação de uma empresa devem ser mantidos nas instalações e disponíveis para referência aos principais gerentes e a equipe da manutenção. “Como prática recomendada, todos os sistemas tubulares devem ser rotulados com o tipo de líquido transferido e direção do fluxo. O ideal é que os rótulos estejam codificados por cores para facilitar o reconhecimento em caso de emergência”.

 

Sistemas de detecção de vazamento de água são uma importante ferramenta para monitorar todas as áreas críticas susceptíveis a danos dessa natureza. Os detectores de vazamento de água devem ser monitorados por painel em local assistido 24 horas, que fornecerá notificação em tempo real em caso de qualquer acionamento do sensor, e identificará o dispositivo e o local do mesmo.

 

Atentar-se às medidas de prevenção de riscos é um passo importante para que empresas possam ter a segurança necessária para realizar suas atividades com tranquilidade. Mais importante ainda é a contratação de seguros fundamentais para respaldar empresas financeiramente em casos de incidentes, como o seguro de Responsabilidade Civil, que as ampara em danos a terceiros envolvidos em operações, obras, eventos etc., além de um seguro Patrimonial, que respalda perdas estruturais da empresa.

 

Fale com o seu corretor de seguros e conheça as soluções da AIG para a sua empresa.

Comentários

I - Os seus comentários estão sujeitos à moderação do nosso time editorial, que se reserva no direito de deletar comentários ofensivos, descriminatórios e não pertinentes à temática do canal de comunicação.
II - Comentários relacionados à cotações, apólices e serviços prestados pela AIG serão direcionados para a área de Atendimento ao Usuário que tomará as tratativas de cada caso.

 Comentar

  • Nenhum comentário, seja o primeiro!

Materiais Relacionados




Tags

Últimas postagens

Essa é a nossa missão Clique e confira