Busca 

Os principais riscos que podem afetar a sua obra: onde o seguro pode ajudar?

25 Mar 2020 | 2 min leitura

Em se tratando de uma obra civil, seja ela qual for, os riscos envolvidos são vários. E quando se pensa em um incidente, a primeira coisa que vem à mente é o prejuízo ao patrimônio, ou seja, à obra em si. Porém, são vários os itens aos quais você deve dar atenção, alguns muito mais importantes por envolver vidas.

 

Listamos aqui os principais riscos em obras que podem bater à sua porta e para os quais você deve estar preparado sempre antes de iniciar qualquer trabalho:

 

. Morte e invalidez de empregados – ocorre com muita frequência, e o valor das indenizações cresce ano após ano. Pode passar da casa de R$ 1 milhão por pessoa.


. Danos materiais decorrentes de fundações – é um ponto de atenção porque pode gerar prejuízos de alto valor.

 

. Danos corporais causados a terceiros – pode acontecer em todo tipo de obra, seja ela de pequeno, médio ou grande porte. O prejuízo pode atingir inúmeros terceiros, a depender da natureza e proporção do sinistro.

 

. Perdas financeiras causadas pela interrupção de negócios – imagine o tamanho do seu prejuízo se tiver de paralisar a sua obra ou a do vizinho.

 

. Danos materiais causados aos vizinhos da obra – qualquer acidente vai lhe fazer dispender mais tempo e recursos para cuidar também do que está no seu entorno.

 

“Do ponto de vista da responsabilidade civil, o maior vilão das obras e serviços de construção em geral são os acidentes com empregados. Logo em seguida, podemos apontar os terceiros, vizinhos a elas. Assim, mesmo com todos os cuidados de segurança e prevenção de acidentes a serem seguidos à risca, como de praxe, é extremamente importante estar preparado para ocorrências dessa natureza. É preciso enxergar o potencial ‘terceiro’ que está atrelado à obra e conhecer os riscos envolvidos”, orienta Ezequiel Araújo, coordenador de Seguros para Riscos de Responsabilidade Civil da AIG.


Paralisação, uma grande dor de cabeça


Um item que tira o sono de quem está à frente de uma obra é se ela tiver de ser paralisada, seja lá por qual motivo. Prazos de entrega não cumpridos, ocorrências de multas, tudo pode acontecer. Nesse quesito, um item de suma importância que deveria ser colocado na lista de prioridades na atenção é o do uso de máquinas. Essenciais em toda a operação, elas muitas vezes são as responsáveis pela suspensão dos trabalhos.


Confira uma lista das ocorrências mais comuns com máquinas num canteiro de obras e que podem afetar o cronograma de trabalho:


. Tombamento do equipamento (guindaste, grua, escavadeira, retroescavadeira) – pode ou não sofrer perda total;


. Dano em função de sobrecarga – que se trata de um risco não coberto pelo seguro;


. Dano elétrico que inviabilize o uso do equipamento;

 

. Instabilidade do solo, que pode ocasionar um incidente com a máquina – razão pela qual entendemos que o cuidado e a preparação do operador sejam primordiais para a execução do serviço de qualidade.

 

“Quando ocorre um acidente com um maquinário, há uma grande dificuldade na reposição com a rapidez que uma obra exige. Muitas vezes, sem um dos equipamentos, a execução dos trabalhos pode comprometer a entrega e o cumprimento dos prazos contratuais estipulados entre as partes, culminando numa eventual responsabilização do construtor por todo atraso”, explica Martin Molla, gerente de Marine e Seguros de Equipamentos de Linha Amarela da AIG. “Os danos consequentes podem ser muito maiores do que podemos imaginar”, alerta.

 

Consulte um corretor e saiba como o seguro de RC Obras, e o seguro para Equipamentos de Linha Amarela da AIG podem proteger a sua obra. 

 
Quer saber mais sobre a responsabilidade civil durante projetos de construção? Acesse https://www.negocioseguroaig.com.br/blog/fato-ou-fake/responsabilidade-civil-esta-na-lei

 

Comentários

I - Os seus comentários estão sujeitos à moderação do nosso time editorial, que se reserva no direito de deletar comentários ofensivos, descriminatórios e não pertinentes à temática do canal de comunicação.
II - Comentários relacionados à cotações, apólices e serviços prestados pela AIG serão direcionados para a área de Atendimento ao Usuário que tomará as tratativas de cada caso.

 Comentar

  • Nenhum comentário, seja o primeiro!

Materiais Relacionados




Tags

Últimas postagens