Busca 

Tranquilidade para tocar a produção

26 Fev 2020 | 2 min leitura

Com o avanço do período da colheita das principais culturas no Brasil e início do plantio da safrinha, as atividades no campo se tornam mais intensas. Seja no trânsito de máquinas, no transporte de grãos para escoamento da safra ou na movimentação com a compra de insumos, as rodovias têm o tráfego de caminhões intensificado.

O Brasil é um dos maiores produtores mundiais de grãos. Muitas vezes chegando em até três períodos de safras por ano em algumas regiões, no qual para escoamento pouco se utilizam modais ferroviários ou fluviais, restando a forte dependência do modal rodoviário.

Por conta de diversos entraves na cadeia logística, muitos agricultores têm preferido absorver operações, assumindo riscos. Eles vão desde acidentes no manuseio de cargas a furtos e roubos e podem trazer prejuízos enormes, principalmente em culturas com alto valor agregado, como é o caso do algodão. Commodity também chamada de “ouro branco”, se houver o tombamento ou roubo de um caminhão carregado com este tipo de mercadoria, o prejuízo pode ser grande – uma carreta com algodão pode facilmente ultrapassar R$ 500 mil. O mesmo pode acontecer com cargas de insumos, cujo valor agregado é igualmente elevado e de difícil reposição imediata.

Para tentar evitar dores de cabeça, é muito importante adotar ações simples que vão ajudar a mitigar os riscos quando do transporte da mercadoria. Conferir o estado geral do veículo transportador contratado é o primeiro deles. Saber se o equipamento utilizado no transporte é novo também. Ainda é importante checar: como estão os estados dos pneus? Foi feita uma checagem dos motoristas? Qual o histórico deles no volante em viagens anteriores? Lembre-se que tudo isso poderá interferir na agravação dos riscos e resultar em possíveis agravos no momento da contratação do seguro.

O transporte de comodities inerentes ao agronegócio merece um cuidado especial, visto que, na maioria das vezes, tem como foco o mercado externo. Cada tipo de produto possui particularidades a serem observadas e os cuidados na cadeia logística dos insumos também devem estar no foco dos empresários que atuam neste importante segmento do PIB nacional.

São vários os detalhes que devem ser levados em conta no dia a dia da produção. O seguro de Responsabilidade Civil do Transportador de Carga, cuja contratação é obrigatória, garante cobertura em acidentes como adernamento, tombamento e outros fatores involuntários. Já o seguro de Responsabilidade Civil Facultativa do Desvio de Carga protegerá o transportador contratado pelo dono da mercadoria contra roubos durante a operação. Com o transporte da colheita e seus insumos valiosos não é bom facilitar!

Adicionalmente ao seguro de transporte, é de igual importância termos a proteção dos equipamentos utilizados nas operações de plantio, colheita e processamento das commodities dentro das propriedades rurais. Para eles existe a proteção específica do seguro de Benfeitoria Rural, cujo objetivo é trazer garantias contra danos de causas externas. Tomando todos esses cuidados e precauções, o agricultor terá, certamente, mais tempo e tranquilidade para se dedicar à produção.

Comentários

I - Os seus comentários estão sujeitos à moderação do nosso time editorial, que se reserva no direito de deletar comentários ofensivos, descriminatórios e não pertinentes à temática do canal de comunicação.
II - Comentários relacionados à cotações, apólices e serviços prestados pela AIG serão direcionados para a área de Atendimento ao Usuário que tomará as tratativas de cada caso.

 Comentar

  • Nenhum comentário, seja o primeiro!

Materiais Relacionados




Tags

Últimas postagens