Busca 

Imprevistos durante a prestação de serviços em locais de terceiros. O que pode acontecer?

05 Mai 2020 | 1 min leitura

Uma empresa de manutenção de ar-condicionado é chamada para consertar alguns aparelhos em uma outra empresa, envia um funcionário para executar o serviço e ele, ao fazer um procedimento incorreto, provoca um curto-circuito no escritório, queimando várias máquinas. Em outra situação, um consumidor contrata uma empresa de limpeza para fazer a faxina em sua residência e o colaborador quebra uma peça valiosíssima que havia na sala – algo comum de ocorrer em empresas também, nas mais diversificadas situações. Em ambos os casos. Quem paga o prejuízo?

Certamente, as empresas contratadas devem ser responsabilizadas pelas falhas ou ocorrências na prestação do serviço, mas, muitas vezes, a questão pode acabar indo parar na Justiça, principalmente quando as pequenas não têm como arcar com os prejuízos ou, ao os assumirem, podem até “quebrar” a depender do valor da ação.

Mas, qual a saída? “Para trabalhar com prestação de serviço in loco, é fundamental ter um seguro que proteja o dano que seja causado a um terceiro”, recomenda o especialista em riscos de Responsabilidade Civil da AIG, Luís Delegais, que alerta que os prejuízos podem, muitas vezes, chegar a cifras incalculáveis. “Já tivemos casos de sinistro de R$ 6 milhões, na qual uma máquina importada, que não existia no País, pegou fogo em um procedimento errado que causou um curto-circuito. Somando-se o custo do equipamento, os de importação e do período no qual houve a paralisação da atividade pela falta do equipamento, os prejuízos foram enormes”, exemplifica.

Os casos de danos a terceiros causados por prestadores de serviços podem ser os mais inusitados. Delegais relata o caso de um cliente que, ao utilizar um cortador de grama em um local onde havia pedras, acidentalmente atingiu uma delas durante a atividade e, em efeito cadeia, um carro e seu para-brisa. Quem poderia imaginar que uma coisa assim poderia ocorrer? Quando falamos em prestação de serviço, tudo é possível.

Conheça o seguro de Responsabilidade Civil para Prestação de Serviços em Locais de Terceiros da AIG, que já possui garantia automática para lucros cessantes, ou seja, o período em que a atividade financeira pode ficar suspensa por conta de um incidente coberto pela apólice. Consulte o seu corretor de seguros.

Comentários

I - Os seus comentários estão sujeitos à moderação do nosso time editorial, que se reserva no direito de deletar comentários ofensivos, descriminatórios e não pertinentes à temática do canal de comunicação.
II - Comentários relacionados à cotações, apólices e serviços prestados pela AIG serão direcionados para a área de Atendimento ao Usuário que tomará as tratativas de cada caso.

 Comentar

  • Nenhum comentário, seja o primeiro!

Materiais Relacionados




Tags

Últimas postagens